Quebre as correntes que te amarram de uma vez por todas!

J√° chega, seja livre, quebre as correntes que te amarram de uma vez por todas.

Mesmo que não seja o que te ensinaram, sim, desde muito cedo aprendemos a obedecer, lógico que quando muito criança, você não tinha percepção do que podia fazer ou não.

Com bases nos nãos dos pais vamos entendendo o que é perigoso, como colocar o dedo em rede elétrica, colocar as mãos em uma faca, ou levar coisas a boca, esses nãos são necessários para te proteger, na fase infantil.

Depois na fase escolar somos CASTRADOS para podemos viver em sociedade, somos criados para sermos calmos e seguir as ordens de quem, se diz estar cuidando de nós.

Para toda essa aceitação muitas vezes você teve que baixar a cabeça, falar sim, quando na verdade se quis dizer não, e assim os outros vão te moldando, se você se viu até baixando a cabeça lendo esse texto como se fosse, sim Rita eu fui moldado a aceitar e a obedecer.

Sei que hoje você é um adulto e te questiono o quanto você carrega deste Simsimsimsim dentro de você? Muitas vezes em atendimentos vejo pessoas vivendo esse padrão com 45 anos de idade ou mais.

E sabe o que acontece?? S√£o pessoas que aprenderam ser boazinhas, e assim sendo aprenderam que quando elas obedecem a elas s√£o elogias e amadas, ser√° memos?

Quem leu o texto no início e não se identificou, sentiu o quanto ser rebelde também pode ter lhe trazido dores? De ser rotulado ou até excluído pode não ter entrado no formado desejado pelos OUTROS?

O quanto em atendimentos vejo pessoas sem identidade, n√£o sabendo do que gosta, do que se deseja para o futuro, isso traz uma sensa√ß√£o de vazio, e de solid√£o……..

Rita o que faço se me identifiquei neste texto, tanto sendo bonzinho ou rebelde, e se autoanalisar, sentir o que de fato você deseja ser ou realizar, a vida é muito breve para você viver agradando o outro.

N√£o delegue ao outro sua responsabilidade tamb√©m sobre isso, sim, se voc√™ se identifica assim voc√™ possui o direito de mudar e ser quem de fato voc√™ nasceu para ser, lembre-se AGORA VOC√ä √Č O ADULTO!

Faça terapia e busque desenvolver autoconhecimento, e diga sim aos seus sonhos e não para agradar a plateia.

Rita Santos

Especialista em transformar vidas.