Quanta dor você carrega dentro de você?

Atuando há exatamente 4 anos como terapeuta, fez eu ouvir histórias que muitas vezes eu pensei “Puxaaaaaaaaaaa” quanta dor essas pessoas carregam dentro delas.

Ouvi também várias histórias que apesar da vida difícil ou até injusta com outras, superam as adversidades da vida.

Somos resultados de tudo que vimos, ouvimos e sentimos ao longo da nossa jornada, para alguns as situações de dores são um motor para VENCER NA VIDA! Para outros o motor que irá fazer a pessoas não realizarem NADA em vida, apenas lamentar e reclamar.

Acredito que você do outro lado, pense: você deve ter tido uma vida fácil, já te aviso que não, passei fome, tive que catar papelão, sofri abusos psicológicos e físicos, por pessoas que deveriam cuidar de mim.

Sofri para cassete na infância, tanto que se alguém me perguntasse você voltaria em algum dia da sua infância? Responderia que NÃO! Mas agradeço a criança que habita em mim tudo que ela suportou.

Saiba que ter passado essas situações e algumas eu ter superados e outras não ainda, não me faz melhor que você, e nem pior também, apenas me faz alguém que olhou para dentro e pensou: Quero ser resultado do que eu desejo, não do que fizeram de mim!

Então saiba tudo depende da forma que você deseja olhar sua vida, uma sofredora ou alguém que VENCE-DORES.

Desejo que você não demore muito para entender que o único que é responsável pela sua vida é você! Para você se curar você terá que visitar tudo isso dentro de você, é uma tarefa fácil??? Logico que não, mais ao final desta jornada você sairá mais forte e seguro!

Beijosssss desejo que sua semana seja abençada!

Rita Santos

Especialista em transformar vidas

Declaração de uma terapeuta😓

Pois fica decretado a partir de hoje, que terapeuta é gente também.
Sofre, chora, ama e sente e, às vezes, precisa falar.


O olhar atento, o ouvido aberto, escutando a tristeza do outro, quando, às vezes, a tristeza maior está dentro do seu peito.


Quanto a mim, fico triste, fico alegre e sinto raiva também. Sou de carne e sou de osso e quero que você saiba isto de mim.


E agora, que já sabes que sou gente, quer falar de você para mim!
Esse lindo texto é da professora e psicóloga CLARA FELDMAN.


Ser terapeuta é um desafio diário entre sua dor e a dor do outro, é você ouvir sem julgar e você apenas contemplar e saber que ali não é o seu lugar.

Se colocar como ouvinte e atuante quando se faz necessário é crescer junto com o seu cliente, a cada analise a cada evolução dele é uma evolução sua também.


É UM OUVIR COM O CORAÇÃO, porém utilizando a razão para tecer a grande manta da vida do analisando. Para você pode ter um olhar analítico e poder realizar de fato o que se espera de um terapeuta ….


O Olhar do analisando é: Me ouça, não me julgue, apenas me faça me encontrar e me entender quem eu sou!!!


Mais de 350 vidas, ouvindo e evoluindo AMOOOOO ser terapeuta!!!


Rita Santos🦋
Especialista em transformar vidas